Farmácias online: o futuro das compras de medicamentos pós-pandemia

farmácia online

por

As farmácias online já existem e estão crescendo cada vez mais, mas será que realmente vão conquistar o seu lugar no mercado?

O período digital Panorama Farmacêutico realizou uma enquete que resultou em uma divisão interessante de ser analisada sobre a questão de farmácias online. 

De acordo com os 2.976 leitores (profissionais da área da saúde), 30% (901 votos) acreditam que as farmácias online vão crescer nos próximos anos. 

Em contrapartida, 27% (810) acreditam que as farmácias online vão realmente se consolidar e o nicho tende a crescer exponencialmente. 

Por outro lado, 24% (724 votos) são a favor da probabilidade de que elas vão continuar em alta, apesar de que em um ritmo menor, no período de pós-pandemia. 

Já os 18% (541 votos) restantes, acreditam que as redes tradicionais podem incorporar as farmácias online às suas operações. 


Fonte: Panorama Farmacêutico

O futuro das farmácias online já existe

No que se refere aos números, grandes investidores estão observando atentamente as oportunidades para as farmácias online. Como é o caso da InvestFarma, que incorporou a Farmadelivery há um ano. 

Segundo Rodrigo César Santos, o diretor de negócios, “Atingimos o recorde de 5,2 mil cidades atendidas e 50 mil SKUs em portfólio.” A plataforma tem como uma das estratégias a criação de lojas virtuais para diversos laboratórios.

Com essa mesma ideia, a Far.me recebeu um aporte da Viveo, com o objetivo de aumentar a oferta do plano de assinatura de medicamentos, com um programa de entrega de uma caixa personalizada com os medicamentos solicitados separados em sachês por dia, horário e dose. 

Atualmente já são mais de 9 mil usuários, desde convênios com a saúde suplementar e programas de suporte da indústria farmacêutica. 

As farmácias online tendem a aderir mais investidores

O mundo digital é uma realidade que se tornou ainda mais evidente nos últimos anos. A consultora especializada em experiência do cliente e professora da ESPM, Tatiana Thomaz, acredita que as farmácias online são um modelo de negócios que veio para ficar. 

Para ela,  “O varejo farmacêutico tradicional conseguiu se posicionar pela diversidade no mix e pela venda consultiva. A conveniência do online é um valor agregado, mas visitar o PDV e ter um profissional a postos para orientar a compra é um hábito consagrado”.

Além disso, a consultora também acredita que as farmácias online ainda terão muitas dificuldades a serem ultrapassadas. De acordo com experiência própria, ela questiona: 

Que tal você adquirir uma série de produtos em uma grande plataforma de e-commerce farmacêutico e recebê-los de forma fatiada, em dias diferentes, por uma decisão unilateral do vendedor? Ou que tal receber semanalmente anúncios promocionais de fraldas descartáveis enquanto sua filha está completando 18 anos?

Dessa forma, acredita-se que as farmácias online são um nicho que realmente tende a crescer cada vez mais e com um futuro bastante promissor. Mesmo com as dificuldades que o setor ainda terá de enfrentar, a tendência é de que melhore e conquiste seu espaço em pouco tempo. 

Se você gostou desse conteúdo, confira o nosso blog para mais dicas de saúde! Aproveite para seguir a Geolab no Instagram e ficar por dentro das principais novidades do mercado farmacêutico.

Fonte: Panorama Farmacêutico




Compartilhe: